Halloween e Ciências – Combinação Perfeita – Part 1: Bats

Por que não utilizar uma data comemorativa de forma inusitada?

No caso do Halloween, não precisamos bater na mesma tecla de bruxas, vampiros e fantasmas todos os anos.

Que tala falar sobre os morcegos? Além de serem animais que mexem com o imaginário da criança, é uma grande oportunidade para quebrar barreiras preconceituosas em relação ao animal.

bat

1. Trabalhe as características: o que comem, onde vivem, quando dormem, a qual grupo pertencem. Faça perguntas para os alunos para levantar dados sobre o que já conhecem sobre o animal e como reagem ao que foi propagado sobre ele. Você pode fazer um cartaz com crianças não alfabetizadas, e você ser o escriba: “O que sei sobre os morcegos/ O que gostaria de saber.

2. Brinque com a Ecolocalização: explique para seus alunos o conceito e brinque com eles. Jogo 1: Você pode vendar um aluno  que será o morcego e ele tem que chegar a um determinado ponto apenas com a orientação dos amigos. Jogo 2: Os alunos se escondem e o aluno que foi escolhido para ser o morcego tem que achá-los. As crianças que estão escondidas, devem emitir algum som em um tom não tão alto, para que o amigo “morcego” o localize.

3. Faça atividades de Arte ou Craft e peça para os alunos fazerem um texto explicativo sobre o que aprenderam sobre os morcegos. Não precisa ser um texto grande. Se for preciso, faça um de modelo sobre outro animal. Caso não haja tempo, eles podem fazer uma ilustração sobre o que aprenderam e escrever uma legenda sobre ela a explicando.

4. Cante sobre morcegos:

  • Bats, Bats, Bats – https://www.youtube.com/watch?v=r9y4r-VI_qY
  • Bat Echolocation: https://www.youtube.com/watch?v=Hr-Y2Tt8gFE
  • Fruit Bat: https://www.youtube.com/watch?v=bZdKvGWsi3Y

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>